Vinícola Perini é bicampeã da Avaliação Nacional de Vinhos

Empresa do Vale Trentino, em Farroupilha, na Serra Gaúcha, teve 11 amostras selecionadas entre as 30% mais representativas do Brasil na safra 2014

Publicado em 29.09.2014

«Orestes de Andrade Jr.»

>FAMÍLIA Perini: Pablo, Maria do Carmo, Benildo e Franco

>FAMÍLIA Perini: Pablo, Maria do Carmo, Benildo e Franco (Foto: Divulgação)

A Vinícola Perini é bicampeã da Avaliação Nacional de Vinhos, realizada neste sábado (27/09), em Bento Gonçalves (RS). A empresa do Vale Trentino, em Farroupilha, na Serra Gaúcha, teve 11 amostras selecionadas entre as 30% mais representativas do Brasil na safra 2014. No ano passado, a Perini teve incríveis 16 amostras arroladas na ANV – cinco “garrafas” a frente das duas outras vinícolas que se posicionaram em segundo lugar, ambas com 11 rótulos. A primeira vez que a Perini teve o maior número de amostras na ANV foi em 2009, com 15 vinhos selecionados.

“É um resultado inacreditável, um grande reconhecimento ao trabalho de toda a família e equipe da Vinícola Perini, a começar pelas videiras, o segredo do sucesso de nossos vinhos”, afirma o diretor-presidente Benildo Perini.

A evolução da Vinícola Perini pode ser comprovada ano a ano. Esta é a nona vez consecutiva que a empresa tem uma amostra apresentada entre as 16 melhores da safra na Avaliação Nacional de Vinhos. Durante quatro anos (2012, 2011, 2010 e 2009), a Perini cravou a amostra de Moscato R2 na categoria Branco Fino Seco Aromático.

Em 2013, o reconhecimento à excelência chegou aos tintos. A Perini teve a sua amostra de Merlot escolhida para figurar entre as 16 melhores da safra do ano passado. Mais do que isso: a amostra de Merlot teve a maior pontuação (91) entre os degustadores técnicos (mediana de seleção).

Em 2012, a Perini já havia beliscado o topo do ranking, ficando em 2º lugar na 20ª Avaliação Nacional de Vinhos, com 11 vinhos classificados entre os 30% melhores da safra daquele ano.

A inédita vitória do último sábado foi construída nos últimos anos, sobretudo a partir de 2006/2007, quando a empresa contratou a consultoria do consagrado enólogo Mario Geisse, homenageado no ano passado com o Troféu Vitis pela ABE (Associação Brasileira de Enologia).

Ainda no ano passado – o melhor dos 43 anos de história da vinícola do Vale Trentino – o ícone da empresa, o vinho tinto Perini Qu4tro 2009, conquistou o Top Ten da Expovinis 2013, a maior feira de vinhos da América Latina.

Sob a proteção do Santo Anjo da Guarda, o guardião do vale onde os imigrantes Antonio e Giuseppe Perini se instalaram há mais de 130 anos, a empresa confirma seu caminho de sucesso, surpreendendo o mercado e o setor vitivinícola brasileiro.

Veja quais foram as 11 amostras da Vinícola Perini selecionadas entre as 30% melhores da safra 2014

Moscato Bianco R2 – II – Branco Fino Seco Aromático
Merlot I* – Tinto Fino Seco
Marselan I – Tinto Fino Seco
Merlot III – Tinto Fino Seco
Cabernet Sauvignon I – Tinto Fino Seco
Merlot V – Tinto Fino Seco
Tannat – Tinto Fino Seco
Merlot II – Tinto Fino Seco
Chardonnay/Pinot Noir ­– Vinho Base para Espumante
Cabernet Sauvignon IV – Tinto Fino Seco
Chardonnay/Merlot/Gammay – Vinho Base para Espumante

*Amostra mais representativa da safra 2014 na categoria Tinto Fino Seco

Confira as 16 amostras da Vinícola Perini selecionadas entre as 30% melhores da safra 2013

Merlot IV* – Tinto Fino Seco
Cabernet Sauvignon I – Tinto Fino Seco
Moscato Bianco R2 – II – Branco Fino Seco Aromático
Ancellotta IV – Tinto Fino Seco
Ancellotta I – Tinto Fino Seco
Merlot III – Tinto Fino Seco
Marselan I – Tinto Fino Seco
Moscato Bianco R2 – III – Branco Fino Seco Aromático
Marselan III – Tinto Fino Seco
Chardonnay/Riesling Itálico ­– Vinho Base para Espumante
Merlot II – Tinto Fino Seco
Chardonnay/Riesling Itálico – Vinho Base para Espumante
Cabernet Sauvignon III – Tinto Fino Seco
Merlot I – Tinto Fino Seco
Moscato Bianco R2 – I – Branco Fino Seco Aromático
Moscato Bianco R2 – IV – Lote 812 – Branco Fino Seco Aromático

 

Sobre o autor

Orestes de Andrade Jr.
Orestes de Andrade Jr.

Sou jornalista, pai do Pietro, colorado, marido da Elisângela Hesse e apreciador de vinhos, cerveja e cachaça artesanal, não necessariamente nessa ordem. Este blog foi criado para registrar matérias que merecem ser guardadas. São pautas de guarda, tão em desuso na imprensa atual, mais interessada em definir espaços (minúsculos) do que trazer boas histórias. Aqui, não vou me preocupar em postar textos pequenos, fáceis ao leitor da internet. Acho que ainda há interessados em pautas de guarda, assim como há quem goste de vinhos de guarda.

Posts Relacionados

Deixe seu comentário

*