Produção gaúcha de vinhos é destaque na 39ª Expointer

Valorização das marcas é o principal resultado conseguido pelas vinícolas que estão na feira em Esteio

Publicado em 03.09.2016

«Orestes de Andrade Jr.»

>ESPAÇO divulga a produção de 14 vinícolas, principalmente da Serra e da Campanha (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

>ESPAÇO divulga a produção de 14 vinícolas, principalmente da Serra e da Campanha (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

O melhor da produção gaúcha de vinhos e espumantes está presente na 39ª Expointer. Para quem vai visitar a Expointer no seu último final de semana, a dica é aproveitar o frio e renovar o estoque da adega na Casa do Vinho Gaúcho, situado no Boulevard, em frente à sede administrativa do Parque de Exposições Assis Brasil. Lá, das 8h às 20h30, é possível encontrar mais de 100 rótulos de 14 vinícolas das mais diferentes regiões produtoras do RS, com destaque especial para a Serra e a Campanha.

A média de comercialização na Casa do Vinho Gaúcho é de 100 garrafas por dia. A estimativa do presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Dirceu Scottá, é superar as 1000 garrafas até o final da feira. Mais do que a venda, entretanto, a valorização das marcas é o principal resultado conseguido pelas vinícolas que estão na Expointer.

“Muitos consumidores procuram o espaço para degustar nossos vinhos, espumantes e suco de uva, mas boa parte prefere comprar depois, em lojas ou mesmo em sites”, explica o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini. Para ele, a ação é uma excelente oportunidade para mostrar a importância do segmento vitivinícola para a economia do estado. “É uma grande vitrine, num espaço nobre da feira, que pode abrir novos mercados e atrair novos consumidores”, observa.

>EXPECTATIVA é comercializar mais de mil garrafas durante os nove dias de Expointer (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

>EXPECTATIVA é comercializar mais de mil garrafas durante os nove dias de Expointer (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

O estande de 60 metros quadrados recebeu oito empresas de 27 a 31 de agosto e o desde o dia 1º até 4 de setembro está com outras seis cantinas. O espaço é viabilizado por meio de parceria entre o Ibravin, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação do RS (Seapi) e o programa Juntos Para Competir (Farsul-Senar/RS-Sebrae/RS). Os produtos das empresas participantes também estão sendo servidos em eventos e recepções oficiais promovidos pelo governo estadual na feira.

A gestora de Projetos Agronegócios do Sebrae Serra Gaúcha, Angélica Brandalise, explica que as vinícolas que estão no estande integram o Projeto Qualificar a Vitivinicultura da Serra Gaúcha, desenvolvido pela instituição. “Nossa intenção é fortalecer a imagem do vinho gaúcho, aproveitando a visibilidade da feira e o grande público que circula pelo parque”, destaca.

>VINHOS, espumantes e suco de uva podem ser degustados e comprados (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

>VINHOS, espumantes e suco de uva podem ser degustados e comprados (Foto: Gustavo Roth / Agência Preview)

Vinícolas participantes (27 a 31 de agosto)
Adega Chesini
Aracuri Vinhos Finos
Dal Pizzol Vinhos Finos
Dunamis Vinhos e Vinhedos
Lidio Carraro Vinícola Boutique
Vinícola Campestre
Vinícola Webber
Vistamontes Sucos Naturais

Vinícolas participantes (1º a 4 de setembro)
Adega Rigon
Cooperativa Vinícola Nova Aliança
Vinhos Faé
Vinícola Lovatel
Vinícola Panizzon
Vinícola Zanella

Sobre o autor

Orestes de Andrade Jr.
Orestes de Andrade Jr.

Sou jornalista, pai do Pietro, colorado, marido da Elisângela Hesse e apreciador de vinhos, cerveja e cachaça artesanal, não necessariamente nessa ordem. Este blog foi criado para registrar matérias que merecem ser guardadas. São pautas de guarda, tão em desuso na imprensa atual, mais interessada em definir espaços (minúsculos) do que trazer boas histórias. Aqui, não vou me preocupar em postar textos pequenos, fáceis ao leitor da internet. Acho que ainda há interessados em pautas de guarda, assim como há quem goste de vinhos de guarda.

Posts Relacionados

Deixe seu comentário

*